O Peiote (ou Peyote) é, em suma, um cacto. No entanto, ele possui propriedades alucinógenas e tem sido muito requisitado por turistas durante suas viagens ao México, apesar de ser uma planta clandestina no país.

Inclusive, esse cacto que não possui espinhos pode ser encontrado esporadicamente pelo norte do México e sul do Texas, em regiões como, por exemplo:

  • Nayarit;
  • Durango;
  • San Luis Potosí;
  • Nuevo León;
  • Coahuila.

Além disso, o Peiote apresenta algumas características importantes para o crescimento:

  • Acima do nível do mar, sendo entre 100 e 1900 metros;
  • O melhor desenvolvimento se deve ao solo de calcário;
  • Cresce sob matagal;
  • O clima deve ser de alta temperatura e apresentar uma baixa umidade.

Sendo assim, percebe-se que o Peiote se faz presente em áreas desérticas.

Aliás, há algumas outras poucas localidades que podem encontrar o cactos, no entanto é recomendado pelos locais que realiza o seu consumo diante de um ritual, o qual falaremos neste artigo.

Características Físicas do Peiote e Reprodução

  • O Peiote é conhecido por ser um cacto pequeno, de aproximadamente 2 a 5cm de diâmetro e 5cm de largura com o ápice achatado;
  • Não possui espinhos em seu corpo e sua cor é verde-azulada;
  • O corpo do Peiote é dividido em segmentos, podendo haver desde 5 até 13 divisões;
  • Ele possui uma auréola, semelhante a uma flor e possuidora de uma penugem esbranquiçada;
  • Para a reprodução, é preciso cortar a coroa do Peiote, causando assim o crescimento das novas raízes;
  • A floração desse cacto ocorre entre os meses de março e maio, podendo surgir flores de cor rosa claro, no entanto o amadurecimento pode demorar cerca de 5 a 10 anos.

Efeitos do Peiote

Dizem que o Peiote, com o passar dos anos, desenvolveu propriedades alucinógenas como defesa de predadores. A composição responsável pelos efeitos é o alcaloide, principalmente a mescalina.

Dessa forma, o Peiote é a droga psíquica considerada mais potente no mundo atualmente, podendo o seu consumidor vivenciar:

  • Náuseas e vômitos;
  • Suor em excesso;
  • Dilatação da pupila;
  • Câimbras;
  • Lágrimas involuntárias.

Além disso:

  • Experiências sensoriais e também sensitivas;
  • Sensações de alegria, prazer e satisfação;
  • As cores se tornam mais vibrantes;
  • Sensação de estar voando.

Inclusive, pode-se chegar no nível de paranoia, por conta disso, é altamente aconselhável que o Peiote seja consumido em grupo, com pessoas em quem se confia.

O efeito pode durar por até 12 horas e os efeitos do Peiote podem começar a diminuir em torno de 6 horas.

Aliás, algumas pessoas que já consumiram o cacto relatam que sentiram uma sensação de fadiga física e um relaxamento emocional imenso no dia após o efeito.

Modo de Uso do Peiote

O Peiote possui diversas maneiras de ser consumido, no entanto contaremos sobre as 3 principais:

  • Mascar o cacto;
  • Em forma de cápsulas;
  • Chás e Infusões, onde basta ferver a coroa do Peiote.

Certamente, a maneira mais simples para turistas é mascar o Peiote e ingerir seu líquido, mas as outras opções são mais agradáveis para quem tem a possibilidade de levar o cacto para casa, já que seu sabor é amargo.

Inclusive, é importante esperar 1 hora após o consumo do Peiote. O efeito demora em torno de 1 hora para aparecer e tudo depende da dosagem ingerida. Para algumas pessoas uma dose baixa é o suficiente enquanto que, para outras, apenas a dosagem alta faz efeito.

Cálculo de Dosagem para Consumo de Peiote

Em primeiro lugar, é essencial compreender que 27g de Peiote possui 300mg de mescalina. Em segundo lugar, é apropriado ter o conhecimento a seguir:

  • 150mg de Mescalina – Dose Mínima;
  • 150-300mg de Mescalina – Dose Moderada;
  • 300-400mg de Mescalina – Dose potente com duração de 6 a 12 horas;
  • 450-500mg de Mescalina – Dose muito potente com duração média de 12 horas;
  • 500-500mg de Mescalina – Dose extremamente potente com duração média de 24 horas.

Agora você tem a possibilidade de calcular a dose do Peiote sem grandes complicações, basta aplicar a regra de três usando as informações de dosagem dadas acima.

Peiote: Uso Medicinal, Ritual e Terapêutico

O Peiote para uso medicinal e ritual é usado desde a antiguidade, sendo considerado uma planta mística.

Aliás, estudos que surgiram desde o século XIX afirmam que o Peiote pode ser usado para:

  • Combater vícios;
  • Combater a cegueira;
  • Prevenção e melhora de febre;
  • Melhoramento de problemas respiratórios e cardíacos;
  • Combater infecções provenientes de bactérias.

Além de ser comprovado que não causa vícios e nem dependência.

Por outro lado, o Peiote para rituais consiste de outros objetivos. Já se sabe que um dos efeitos é a náusea seguida de vômito, considerada como uma forma de purificação da alma em rituais.

No entanto, não se assuste! É necessário que todos os rituais e cerimônias que envolvam a presença do Peiote, um “peyotero” esteja presente. É necessário que haja a presença de uma terceira pessoa para acompanhar quem fará o uso do cacto.

Aliás, um “peyotero” pode ser considerado um guia espiritual, sendo o responsável por conduzir toda a experiência e evitando que vivências negativas se façam presentes.

Inclusive, algumas igrejas fazem o uso do Peiote como parte da prática religiosa, um exemplo disso é a Igreja Americana Nativa.

Peite para Uso Terapêutico?

Certamente não podemos deixar de mencionar o Peiote como uso terapêutico, tendo como funções:

  • Analgésicas para combater e aliviar ansiedade;
  • Combater neurastenia, reumatismo e mais dores físicas;
  • Usada também em sessões de terapias psicodélicas e psicolíticas.

O Peiote e a Legalidade

Pode ser difícil compreender a legalidade do Peiote no mundo, no entanto é importante saber que o uso é permitido com restrições à algumas comunidades, como por exemplo:

  • Membros da Igreja Americana Nativa;
  • Algumas tribos indígenas provenientes do México.

Aliás, o Peiote é reconhecido como uma planta sagrada conforme Lei Estadual no México.

Drogas Semelhantes ao Peiote

Existem algumas drogas que possuem os efeitos semelhantes ao que o Peiote oferece, como por exemplo:

  • LSD-25, sendo uma das substâncias alucinógenas mais potentes;
  • O fungo Psilocybe Cubensis, também podendo ser conhecido como Cogumelo Mágico;
  • Ayahuasca, sendo consumida em forma de bebida.

Inclusive, a Ayahuasca também é usada em rituais com guia e usada em tratamentos medicinais na Amazônia.

Não aconselhamos e nem incentivamos o uso de nenhuma das drogas citadas acima e, além disso, quaisquer pessoas que quiserem realizar seu uso, que o faça com consciência e segurança, nunca estando sozinho.