Muito se fala sobre o andamento da descriminalização da maconha no Brasil e no mundo, no entanto poucas pessoas conversam sobre o que aconteceria após a descriminalização.

Inclusive, os benefícios são diversos e muito além do uso medicinal, que envolvem:

  • Cânhamo e suas utilidades;
  • Questões econômicas do governo;
  • Assassinatos devido a proibição da maconha;
  • Criminalização do indivíduo usuário;
  • Entre outros.

Além disso, todos esses benefícios da descriminalização da maconha seriam vantajosos para todas as camadas populacionais e até mesmo para usuários e suas famílias.

Porém, não estamos falando de como a maconha é uma droga “super bacana” e com certeza precisa ser descriminalizada para todo mundo fazer o seu uso. Compreenda, esse artigo foi desenvolvido visando o bem acerca de vários tópicos devido a descriminalização.

Mais importante, como dito anteriormente, a descriminalização da maconha é um bem que pode ser usufruído por todos, desde usuários até não usuários.

O que é a Descriminalização da Maconha?

A descriminalização da maconha é a medida que poderá entrar em regência no país sobre a liberação de uma quantidade de porte de maconha por seus usuários.

Na realidade, há tópicos mais relevantes que esse, mas no entanto, é apenas isso que se fala e que a população se lembra.

Porém, falando ainda sobre esse assunto em si, quem defenda a criminalização considera a maconha uma droga completamente ilícita e a julga como, por exemplo:

  • Porta de entrada para outras drogas;
  • Destruidora de lares e famílias;
  • Alucinógeno pesado que leva o seu usuário a perder controle de suas ações e cometer “loucuras”.

E diga-se a parte, mas sabemos que existem mais coisas que se falam sobre a maconha, também conhecida como cannabis. Em suma, essa é a argumentação para a criminalização.

Os Benefícios da Descriminalização da Maconha

Agora chegou o momento de você conhecer a cannabis com outros olhos e tudo que ela pode alavancar no país em caso de descriminalização da maconha.

Descriminalização da Maconha e o Cânhamo

Infelizmente, o cânhamo ainda é muito desconhecido e poucas pessoas entram nesse assunto, que por acaso é muito interessante!

Aliás, esse é um material de fibra retirado da maconha ruderalis, em outras palavras, a maconha híbrida. Inclusive, o cânhamo pode ser a matéria prima para diversos utensílios, como por exemplo:

  • Produtos têxteis, como roupas e bolsas;
  • Papel;
  • Cordas;
  • Óleos;
  • Alimentos, como forragem animal;
  • Até mesmo cervejas e combustíveis.

Além disso, o cânhamo não precisa ter, necessariamente, THC em sua composição. Para aqueles que pensam em se opor à esta matéria prima incrível, a remoção do THC pode ser colocado em prática.

Inclusive, uma curiosidade impressionante da fibra do cânhamo, também conhecida como filame: 1 hectare de cânhamo é o mesmo que 4 hectares de eucalipto cultivados em 20 anos para a produção de papel.

Por outro lado, no caso do cânhamo para a produção têxtil, já que em relação ao algodão, ele é 5 vezes mais resistente!

Por último, o óleo que é extraído do cânhamo é a principal base para produtos de beleza, da indústria mecânica e alimentícia:

  • Produtos de beleza – shampoos, hidratantes, cremes e mais;
  • Indústria mecânica – lubrificantes, vernizes, combustíveis e mais;
  • Alimentícia – margarina, temperos, flocos de cereais, produtos de nutrição humana ou para animais e mais.

Descriminalização da Maconha e Questões Econômicas do Governo

Não estenderemos nessa parte, mas você sabia que uma quantidade inimaginável de dinheiro é gasta especialmente no combate às drogas, incluindo a maconha?

No entanto, espere um momento, por que não descriminalizar a maconha e, quem sabe em um futuro próximo, legalizar o seu uso como no Uruguai?

Certamente o governo renderia mais do que gastaria, já que arrecadaria dinheiro de tributação e regulamentação, assim como fazem com drogas lícitas.

Descriminalização da Maconha pode Melhorar Onda de Assassinatos

É difícil imaginar que assassinatos ocorram devido a proibição da maconha e sua comercialização indevida, no entanto isso é real.

Aliás, algumas pessoas podem achar o número baixo, mas com certeza os familiares das vítimas pagam um alto preço pelo falecido, independente de ser um indivíduo envolvido com as drogas ou combatendo-as.

Como abordado anteriormente, sobre muito dinheiro ser usado para o combate as drogas e maconha, acaba existindo muito envolvimento com facções criminosas, pessoas inocentes e policiais. Sem dúvida muitos assassinatos ocorrem durante os combates.

Descriminalização da Maconha Auxilia no Fim da Criminalização do Indivíduo Usuário

Agora uma pergunta importante para quem é contra a descriminalização da maconha ou a legalização: por que não lutam pela implementação de medidas de saúde ao combate das drogas? Especificamente à maconha?

Em primeiro lugar, o fato é que todos apontam o dedo para maconheiros, mas nunca perguntam se precisa de ajuda.

Em segundo lugar, se a maconha é uma droga tão pesada, por que não implementar medidas de saúde ao combate dela?

Mais importante é deixar de ver o maconheiro como um coitado, vítima das drogas e possível criminoso. Inclusive, antes de qualquer outra coisa, é importante se informar sobre o que é a maconha, seus possíveis benefícios e os efeitos que ela causa em seus usuários.

Além disso, é completamente errado pensar que a criminalização de um indivíduo usuário, sobre qualquer droga que seja, auxiliaria ele de alguma forma positiva.

Descriminalização da Maconha para Uso Medicinal

Um dos mais importantes, senão o principal fator do motivo da descriminalização da maconha se fazer necessária é o uso medicinal do canabidiol (CBD), um de seus componentes.

Aliás, sempre trazemos esse assunto para nossos leitores, sobre como o CBD proveniente da maconha auxilia no tratamento paliativo e em doenças que causam o real sofrimento das pessoas, como:

Inclusive, vale ressaltar que o CBD não possui boa parte dos efeitos que a cannabis em si proporciona à quem fuma, além de ser um excelente analgésico e indutor de fome para os pacientes.

Muitas famílias têm entrado na luta para a descriminalização da maconha motivada pelos seus familiares que se beneficiariam ou já se beneficiam das vantagens de tratamento com CBD, incluindo famílias com crianças pequenas que sofrem de epilepsia.

Atualmente, é possível abrir um formulário na ANVISA para importar os medicamentos necessários que possuam o CBD na composição, no entanto basta imaginar como a qualidade de vida dos pacientes melhoraria significativamente se fosse possível o plantio em casa.